Deusas do Rock | Goddesses of Rock

29 de agosto de 2015

Lzzy Hale fala sobre Taylor Momsen em entrevista.

Halestorm recentemente saiu em turnê com a banda The Pretty Reckless e Lzzy Hale falou sobre a Taylor Momsen em uma recente entrevista.


  • Taylor Momsen, ela é… Nós acabamos de ter uma turnê com a The Pretty Reckless ela uma daquelas meninas que vivem somente pelo rock n’ roll. É uma perspectiva interessante, porque ela não está fazendo isso pela fama, porque isso ela já teve com sua carreira como atriz, ela não está fazendo isso por dinheiro, então ela literalmente sobe num palco todo dia e só quer fazer rock. E é algo muito refrescante de se ver. Com todo mundo, especialmente nessa idade, todo mundo é tipo ‘Eu não sei. Eu preciso de um single, e eu preciso de dinheiro. Eu tenho uma casa. Eu preciso…’ É muito bom de vê-la, mais ou menos, só querendo der ela mesma, e eu acho que ela é uma das poucas – homem ou mulher- que fazem isso atualmente. E ela é tão consciente. Eu sei que ela só tem 21. Ter 21 e terminar uma garrafa de whisky e ir lá cantar incrivelmente… Eu já fui capaz de fazer isso. Não consigo mais; não me desafie. Mas a banda toda dela é incrível. Nos nos divertimos muito com esses caras – muitas noites juntos, muito sarcasmo. Foi bem divertido.”

Hale também falou sobre a ideia de que ela e Mommsen são rivais na mesma entrevista.

  • Não é assim. O que quer que seja essa mentalidade, morreu com nossa geração. Eu não sei o que tem nela, mas ela é uma incrível rock star, e eu gosto muito de ouvir e ver o jeito que ela leva isso. Ela está carregando a chama do rock ’n’ roll.

Fonte
0

Showlivre.com mostra começo de carreira da cantora Pitty

Pitty, Criolo, Marcelo Jeneci, Tulipa Ruiz, Tiê, NX Zero e Scalene são algumas das atrações do programa que vai ao ar neste sábado (29), às 23h, e que irá prestigiar nomes já aplaudidos pelo grande público.


Curiosamente, o programa leva ao ar apresentações desses artistas no Showlivre.com, na fase inicial de suas carreiras – um registro possível graças aos 15 anos de história e patrimônio cultural do canal de música pioneiro na internet, descobridor e responsável pela revelação e divulgação de talentos artísticos de vários estilos, na web desde o ano 2000, que agora se tornou multitela na TV Cultura. 

A primeira transmissão ao vivo do Showlivre.com, feita em 2004 com a então iniciante cantora Pitty, abre o programa. Além da interpretação de Semana que Vem, hit do primeiro disco da cantora, Admirável Chip Novo, o quadro traz ainda uma pocket entrevista com a roqueira baiana. A evolução da intérprete está clara numa segunda apresentação em 2007, e num terceiro registro, em 2014 – todas feitas nos estúdios da Showlivre.com e exibidas no programa.

Quando ainda começava a conquistar o mundo esteve nos estúdios do Showlivre.com Tulipa Ruiz, cantora santista filha do guitarrista Luiz Chagas, intérprete de alguns hits de telenovelas, como Só Sei Dançar com Você. Tulipa aparece em apresentação da fase em que trabalhava no seu primeiro disco, Efêmera, de 2010. O Showlivre.com foi também responsável pela produção do primeiro clipe do NX Zero, Apenas Um Olhar, de 2006, exibido no programa. Merece registro outra visita do grupo aos estúdios em 2011, em apresentação acústica.

A cantora Tiê, na fase da produção de seu primeiro disco, Sweet Jardim, de 2009, traz para o programa a voz que encantou o compositor e cantor Toquinho - que a incluiu em sua banda de apoio por dois anos e promoveu a guinada em sua carreira.

Também na fase de produção de seu primeiro álbum, Nó na Orelha, visitou os estúdios da Showlivre, em 2011, o Criolo. O rapper, que já atuava desde 1989 como Criolo Doido, alçou sucesso nacional justamente após essa fase da carreira, cujo registro será exibido no quarto episódio na televisão.

Criolo está devendo nova visita, mas há quem já seja “de casa” no cenário da MPB. É o caso de Vanguart, grupo de indie rock de Cuiabá, que já esteve no Showlivre.com em 2007, 2009, 2010 e 2013. O lançamento do disco Muito Mais que o Amor, na última aparição da banda nos estúdios, será destacado no programa neste sábado.

O terceiro bloco do programa contará com a participação da banda capixaba Dead Fish (na última das várias visitas ao Showlivre.com, já nesse ano) e com a melodia suave de Marcelo Jeneci, ex-sanfoneiro de Chico César, indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira em 2014 - nos estúdios antes de lançar seu primeiro disco, em 2009.

O programa ainda traz o rapper Emicida, que esteve no programa em várias fases da carreira, incluindo duas vezes em 2011, uma delas quando ainda não tinha lançado o primeiro álbum, O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui. Esse lançamento, aliás, rendeu segunda visita aos estúdios. As duas apresentações serão exibidas nesse quarto episódio na TV Cultura. Já que o assunto é rapper, tem também apresentação de Projota.

Algumas revelações do concurso de bandas ShowlivreDay também terão voz no programa na TV Cultura. É o caso de Alaídenegão, banda manauara influenciada por vários ritmos como brega, rock, samba, carimbó, salsa, manguebeat, cumbia, com letras carregadas de referências do cotidiano de Manaus. Vencedora da escolha em 2012, a banda retornou aos estúdios recentemente, já em 2015, para o lançamento de seu primeiro álbum, Senoide Sensual. Destaque também para Maneva, banda paulistana influenciada pelo reggae, MPB, rock, jazz, dub e soul, que visitou o Showlivre.com pela última vez em 2014.

Por falar em bandas destacadas em concursos, o programa traz também a Scalene, banda de Brasília vice-campeã da última edição do global SuperStar, em visita ao Showlivre.com em 2013; e ParanoiKa, grupo paranaense que ganhou notoriedade no ShowlivreDay de  2011 e também chegou à final de um concurso de uma das maiores gravadoras do mundo.

Há ainda a apresentação da paulistana Ana Cañas, cujas músicas já foram várias vezes trilha sonora de novelas, como Esconderijo e L´Amour. Há espaço também para a divulgação do conteúdo audiovisual que está sendo produzido, como as Roots Sessions do estúdio Cambuci Roots. E, para chamar a atenção para o ShowlivreBUZZ, porta de entrada do canal para novos artistas, o resgate do clipe da cantora e compositora Luiza Caspary, que usa recursos como audiodescrição, legendas e língua brasileira de sinais em suas interpretações.
0

28 de agosto de 2015

Amy Lee: "Tenho um filho de um ano e, sendo honesta, ele é meu foco agora."


Nova entrevista exclusiva à revista britânica Kerrang. Confira a tradução da entrevista na integra:




"Evanescence: o próximo capítulo"


Para o descontentamento de muitos fãs de Evanescence, as notícias têm sido ralas nos últimos anos. Faz quatro anos desde o último álbum e três desde os últimos shows em UK. Da última vez que a Kerrang falou com a Amy, ela estava feliz por compor a trilha sonora de War Story, mas não havia nada em relação à banda.
Foi bem inesperado quando, em fevereiro, o Evanescence anunciou um show no Japão e, mais tarde, três shows nos EUA. Foi ainda mais inesperado quando o Evanescence postou, há algumas semanas, que o guitarrista de mais de dez anos de banda, Terry Balsamo, estava deixando o Evanescence.
"Após dois álbuns, incontáveis aventuras ao redor do mundo e no palco, chegou ao fim o tempo do Terry no Evanescence", dizia o post que apresentaria Jen Majura. Mas como Jen entrou na banda? O que aconteceu com Terry? O que está por vir para uma das maiores bandas de rock?

Evanescence está de volta à ativa e com uma nova guitarrista. Como tudo isso aconteceu?

Amy: "começou com um convite bem legal 
de irmos tocar no Japão. Oportunidades assim aparecem algumas vezes para 
tocarmos na frente de milhares de pessoas e não quero perder a chance de 
aproveitar. Quando recebi a proposta, pensei "Nossa tenho que tocar 
lá", especialmente por ser um lugar longe - estávamos vendo sobre isso em 
fevereiro. Pensei " já terá passado tempo suficiente para ter meu filho, 
perder peso, juntar a banda, equipamentos, praticar e fazer a coisa 
direito"! Mas daí nos sabíamos que precisaríamos de um novo guitarrista e 
comecei a procurar."

"Nós amamos o Terry. Ele sempre será parte do Evanescence." - Amy 

No seu 
anúncio, você não diz porque Terry saiu da banda, e ele também não comentou
nada... O que houve?

Amy: "é uma coisa meio pessoal. Do 
jeito que coloquei é porque não precisa ser um motivo enorme. As pessoas mudam. 
Claro, já passamos por isso. 99% das bandas já passaram. Esse não é nosso 
primeiro, segundo, nem terceiro ciclo de álbum, estamos nisso há anos e Terry 
fez parte de dez longos anos. Nós amamos Terry, e não há absolutamente nenhum 
sentimento ruim de nenhum dos lados. Nós conversamos. Ele sempre será uma parte 
do Evanescence. Não seria o mesmo sem seu envolvimento. Mas, sabe, a vida
acontece. Pessoas crescem. Pessoas mudam. Pessoas trabalham em locais 
diferentes. Nós estamos em um novo capítulo agora e é bom as coisas estarem 
acordadas de um jeito em que há muito amor. Não houve briga nenhuma."

Amy, como você encontrou Jen?

Jen: "é, 
como? (risos)"
Amy: "tenho falado com produtores e 
músicos que respeito há um tempo e eu precisava da pessoa certa. Tive uma visão 
de que fosse uma guitarrista mulher essa pessoa. Há um pequeno círculo dessas 
musicistas fantásticas que deslancharam no rock. É um reduto muito masculino, 
se pensa "Que legal, uma garota com uma guitarra!" mas não é bem 
sobre a habilidade de ela tocar que falam. Tem tantas mulheres musicistas 
talentosas aí fora e se eu tenho a oportunidade de dar um up em alguma, eu 
farei isso. Estava em busca de uma delas e achei na Alemanha! Dave Eggar, que 
fez a trilha sonora de War Story comigo, me falou sobre Jen. Eles nunca se 
viram mas ele viu alguns shows com ela e ficou abismado, tipo "Cara, você 
tem que conhecer Jen Majura!" e eu falei "Oh, claro, ela mora na 
Alemanha e eu em NY, achei a pessoa perfeita que mora longe o bastante!"
Jen: "Ei, eu poderia viver na Rússia ou na Austrália!"
Amy: "daí nos começamos a falar ao telefone... Quando mesmo?"
Jen: "umas três semanas atrás."

O que Jen traz a banda?

Amy: "Eu adoro a personalidade da Jen! Ela não é só uma grande musicista, há muitos por aí. Jen tem uma energia ótima! Nós realmente nos conectamos. Ela voou para NY umas semanas atrás e nós passamos um tempo ótimo juntas! Foi uma conexão instantânea, cada uma completando as frases uma da outra! Nós fomos a uma loja de guitarras e Jen pegou um violão e começou a tocar e cantar. E isso abre uma nova porta: ela canta! Ter outra voz feminina na banda pela primeira vez - nós poderemos ter backing vocals ao vivo! Será muito divertido quando formos treinar. Estamos todos muitos empolgados, os caras da banda estão muito empolgados. Ela ainda não os conheceu mas estamos conversando por computador."

"Tentei dizer a mim mesmo para ser legal e não uma fangirl." - Jen

Então, Jen, você recebeu uma ligação dizendo "quer fazer parte de uma das maiores bandas do planeta?

Jen: "eu estava tocando guitarra em 
casa e de repente chega um email dizendo "VOCÊ ESTÁ INTERESSADA?" e 
eu parei de respirar por uns três minutos. Eu não conseguia respirar. Acho que 
meu rosto ficou como um Smurf. Eu falei para mim mesma para ficar na boa e não 
agir feito uma fã louca, mas era tipo "Oh meu Deus!" No dia seguinte 
nós falamos ao telefone e depois em estava em NY."

Teve algum teste pavoroso que nem o bem conhecido do Metallica para entrar na banda?

Amy: "Não, nós não fazemos isso. Jen 
sabe tocar, eu já sabia disso. Vi ela tocar. Ela é demais, eu falei pra ela
"não preciso que você faça uma audição, eu sei que você toca! Eu preciso 
saber se nós nos conectamos e se nos damos bem juntas". De muitas 
maneiras, acho que essa é a parte mais importante. Você tem que saber se vai 
conviver bem num banda e se há um nível de conexão mais profundo, pois fazer 
música e subir no palco é algo fundo no coração. Você quer uma conexão real com 
as pessoas antes de subir no palco e você tem que ser íntimo e estar em 
sincronia com todos. Era isso que eu estava procurando e foi isso que achei em 
Jen."
Jen: "é uma questão muito grande 
quando você sai em turnê e passa muito tempo no palco. Quem iria quer um otário 
junto? Ninguém. Eu sabia depois da ligação com Amy que nós nos daríamos bem 
juntas."

Vocês tem o primeiro show em Nashville em novembro! Virão a UK em breve?

Amy: "quando começarmos a tocar e 
tirarmos três anos de poeira de nós, após o primeiro show, aposto que pensaremos 
"Cara, não acredito que já acabou, vamos de novo!" Já avisei ao mundo 
que estamos procurando por festivais que vierem no próximo verão. Não estou no momento de fazer grandes 
turnês. Tenho um filho de um ano e, sendo honesta, ele é meu foco agora."

É uma pergunta chata de fazer dado que vocês recém se conheceram, mas começaram a trabalhar em material para o novo álbum?

Amy: "ainda não, vamos tentar tocar 
juntas primeiro!"

E Jen, você 
já aprendeu todas as músicas do Evanescence?

Jen: "Amy perguntou em nossa primeira 
conversa ao telefone "Você está familiarizada com a banda, conhece nossa 
música?" e eu "Sim, é claro!". Preciso dizer que as músicas do 
Evanescence tem estado em minha vida por vários anos e me deu apoio nas horas 
difíceis. Posso soar como fangirl, mas é a verdade. A música deles é tão 
profunda e emocional, estou muito animada em aprender todas elas. Admito que 
comecei a tocar algumas delas e quando vi, havia um grande sorriso em meu 
rosto. Amy, que tal tocarmos todas as músicas?!"
Amy: "me pergunto qual a duração que 
esse set list teria! Talvez no paraíso minha voz possa durar horas e poderemos 
cantar sem água ou intervalo!"

Parece que 
vocês estão bem animadas sobre o que o futuro reserva ao Evanescence, logo...

Amy: "estou começando a trabalhar de 
uma forma que parece boa, esperançosa e positiva. Estou animada quanto aos 
shows da banda e seu futuro!"
Jen: "Eu também! Estou bem empolgada 
que vou poder trabalhar com a Amy."





0

Em clima romântico D'HanKs lança videoclipe de Me Levar


Com uma pegada romântica e uma letra mais do que encantadora, D'Hanks vem provando que cada vez mais é possível se consolidar no mercado rockstar brasileiro que só abre espaço pra modinhas e não pra banda originais como é o caso da banda da vocalista Angel!
Vem ver e se apaixonar com esse clipe mega gostoso!!!



Acesse: http://dhanks.com.br/ e adquira Veredicto, mais recente álbum da banda!
0

25 de agosto de 2015

Jen Majura: "Meu telefone não para de tocar", diz sobre entrada ao Evanescence:



EMP Rockinvasion entrevistou Jen Majura e a mesma disse estar completamente animada para subir ao palco com o Evanescence e repetiu a mesma respostada dada a sua entrevista ao nosso site (AQUI) quando perguntada como foi sua reação ao entrar na banda: "Eu não podia acreditar nos meus olhos... em dias estava voando para Nova York e me encontrando com Amy Lee"

Ao ser perguntada sobre o que mudou em sua vida ela responde: "Era tudo calmo e de uma hora pra outra o telefone toca trim, trim, trim e minha caixa de email recebe de 1.200 a 1.500 emails por dia, foi ai que me dei conta de ser oficial."

Veja o vídeo completo

0

23 de agosto de 2015

VEVO News faz análise sobre Evanescence

Análise do vevo news essa semana foi sobre Evanescence, confira:


SOBRE A CONTA DO EVANESCENCE NA VEVO:

Inscritos: 1.6 Milhão
Visualizações:  697 Milhões.

CURIOSIDADES: 

"My Immortal" foi o 7° Vídeo mais visto da semana na categoria "ROCK".
"Bring Me To Life" foi o 8° Vídeo mais visto da semana na categoria "ROCK".
"My Immortal" é o 5° Vídeo mais visto de todos os tempos da categoria "ROCK".

VEVO CERTIFIEDS: 

2 VEVO Certifieds, sendo eles.

1. - My Immortal
2. - Bring Me To Life

O vevo certified é dado ao artista quando um vídeo alcança mais de 100 milhões de visualizações no canal.

Próximo VEVO Certified:

Going Under:  (57 Milhões de Views)

OS 3 VÍDEOS MAIS VISTOS DO EVANESCENCE:

My Immortal
(220 Milhões de Views Double Certified )
Bring Me To Life(178 Milhões de Views)
Going Under(57 Milhões de Views)

Fonte
0

18 de agosto de 2015

NIGHTWISH: BANDA LANÇA COLEÇÃO DE JÓIAS INSPIRADO NO ÁLBUM ENDLESS FORMS MOST BEAUTIFUL.



A Kalevala Jewelry vai lançar "EVOLUTION SERIES" pela coleção de jóias NIGHTWISH. Agora você pode pré-encomendar as jóias na loja oficial do Nightwish, então vá para shop.nightwish.com e escolha suas favoritas.




Leia o pré-release abaixo:

A Kalevala Koru (Jóias), em colaboração com a banda Nightwish, está lançando uma nova coleção de jóias "EVOLUTION SERIES BY NIGHTWISH"

Desde a Primavera, a vocalista do Nightwish, a soprano holandesa Floor Jansen, emprestou seu rosto para Kalevala Koru jóias. Agora, a colaboração dá mais um passo com o lançamento da coleção de jóias da série Evolution por Nightwish, criado junto com a banda.

"No Kalevala Koru, estamos muito felizes com esta conexão. Isso nos dá visibilidade internacional com a mais conhecida banda finlandesa do mundo ", diz CEO Riitta Huuhtanen de Kalevala Jóias.
A nova coleção de jóias acompanha o tema da rica diversidade da vida - como no álbum Endless Forms Most Beautiful do Nightwish. É algo que o fundador da banda, Tuomas Holopainen músico, enfatiza na colaboração.

"Desde o início, foi importante para a banda que quando nós começamos a criar uma coleção de jóias, deveríamos de alguma forma refletir o tema do nosso novo álbum. A mensagem do álbum está associada com a infinita variedade de todas as coisas vivas no nosso planeta: nós somos um, feito do mesmo DNA, da mesma matéria. É um fato extremamente lindo e humilde, que desejamos trazer para fora no álbum. O mesmo tema também está presente na coleção de jóias nova."

A Série Evolução pela coleção Nightwish inclui dois pingentes de prata diferentes e uma pulseira. O pingente maior foi inspirado na forma do fóssil do antigo animal marinho, a amonita. O pingente menor ecoa a forma espiral de DNA.

Lançado para lojas em meados de outubro, a pré-venda da coleção de jóias começa na loja oficial do Nightwish: (shop.nightwish.com) em 18 de agosto, e em Kalevala Jewelry's loja on-line dia 1º de setembro. A coleção de jóias também será vendida na turnê européia do Nightwish.

FONTE: Nightwish
VIA: Nightwish New Era
0

11 de agosto de 2015

[English] Exclusive Interview with the new Evanescence guitarrist Jen Majura


First it is an honor to speak with you , I follow his work with Rage and Knorkator bands and be very surprised with the news that you are the newest member of Evanescence . The fan condition would love to congratulate her and thank her because I'm sure that their entry into the band will add a lot to the world of rock .

Sara Sthefany: When did you decide you wanted to be a professional musician?
Jen Majura: It was always clear to me that I wanna become a musician, I skipped this time of “I wanna become a vet” etc. At the age of 4 I told my parents that I wanna do music, so I started with piano lessons pretty early until at the age of 8 I found my way to guitar, my ever since then leading instrument. By the years I learned several instruments, but guitar is where my home base is.

Sara Sthefany: The guitarist condition , which by the way you have more than talent, has the gift, there is some pressure because you being a woman and stand out in between which is still considered sexist or a man's world?
Jen Majura: The pond of female guitar artists worldwide is a very very small one for sure. And of course it is hard to constantly work in a (let’s be honest here) “male” kind of business. But I don’t wanna run any competitions with either my male or female colleagues. I think Amy Lee is, beside the fact that she’s an extraordinary vocalist and musician in my opinion, one very strong great personality and I am really honored and proud to be working with her and the guys in Evanescence!

Sara Sthefany: In your career , what are the biggest obstacles you faced?
Jen Majura: The lack of time. In times of social media network overkill and all that twitter and media you tube insanity it can be hard to find enough time for the real things in life – like practicing on your instrument for example. (I’d wish for “50 hour-days” hahaha.)
Another fact would be “being a woman” can be beneficial, but also adversely in some points. But all in all I am a very happy person, blessed with loads of good stuff and few obstacles in my life.

Sara Sthefany: Do you have a solo album called Jen Majura I have not heard completely, but the previous it can be concluded that it is a great album . You were part of the production and composition of it? What is your favorite song from his album?
Jen Majura: It took me approximately 1 year to finish the songwriting of my solo album, which for me was a kind of therapy to process with a lot of things that have happened in my life. Each song means a lot to me as it is connected to a story. We recorded it in summer 2013 at Gernhart Studios in Germany, I was blessed to have some good friends joining my album for guest solo appearances (Tobias Kersting (Orden Ogan), Manni Schmidt (Refuge), Marco Wriedt (21Octayne) and many more) The album was produced by me, Dennis Hormes (who also did a lot of great solo work on the album) and Martin Buchwalter (Perzonal War)
On this point I can’t really name a “favourite” tune – all of them are my precious babies J 

Sara Sthefany: About Evanescence . It's a huge surprise to be announced a new member and higher still for being an extremely talented and beautiful woman. As soon as I heard the news arrived already loving you hahaha . What is your first reaction upon learning that would be part of the band? You and Amy Lee already knew ?
Jen Majura: I received an email with the request for joining of Evanescence’s management one evening while I was playing and practicing guitar. My reaction? – I couldn’t believe my eyes and I think I stoped breathing for some minutes hahahaha. No words can tell how honored, excited and happy I am!
Few days later I was on my way to New York, to meet up with Amy and we had a splendid time together, laughing, jamming, talking and so on. She is an amazing person and we found more and more things we have in common.

Sara Sthefany: This question is controversial: you will play the guitar only or do backing vocals on Evanescence ?
Jen Majura: Well I would love to do some backing vocals in Evanescence, we will see…

Sara Sthefany: Two women in a world acclaimed rock band. Are you aware that receive much attention from fans and the general public . This type of harassment bother you?
Jen Majura: The fan base of Evanescence worldwide have welcomed me in such a beautiful warm hearted way, that I could never ever think of this as a “harassment”.

Sara Sthefany: What can not miss in your suitcase when you're on tour and why ?
Jen Majura: Stage tape.

Sara Sthefany: With its entry into the Evanescence his facebook page was bombarded with comments from Brazilian fans . All this madness and affection we have for you makes you want to come play in Brazil faster or scare you?
Jen Majura: I can’t wait to finally come to Brazil!!! I have travelled a lot in my career, been to Mexico earlier this year to perform a show and I am so excited to see more of South America and the entire world, especially Brazil is a place I wanted to travel my entire life.

Sara Sthefany: Describe what Evanescence means to you...
Jen Majura: It’s like a dream come true.

Sara Sthefany: I would love you to leave a message to all his fans and fans of the band here in Brazil .
Jen Majura: I just can’t wait to come to your beautiful country and rock the stages together with Amy Lee and the guys for you all! I’m so excited about the future right now. Thank you very much.

Visite for more about Jen :)
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
www.facebook.com/jenmajuraofficial
www.facebook.com/jenmajura
www.jenmajura.com
www.evanescence.com
www.equilibrium-metal.de 
www.knorkator.de 
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Interview: Sara Sthefany
Photos: Jen personal archive
0
Loading...

Status

Nome: Deusas do Rock
Online desde: 25/09/2010
Webmaster: Fallen Douglas.
Co-webs: Sara Sthefany.
Autores: João Victor ,Suellen,Rebecca,Geann.
Colaboradores: Naldo.
Navegador: Google Chrome.
Usuários Online: